Trabalhar na Alemanha: dicas e primeiros passos

Algumas dicas para você que está pretendendo trabalhar na Alemanha

A pedidos, hoje vou contar um pouquinho da minha experiência como brasileira trabalhando no exterior, em específico em trabalhar na Alemanha. Este tema é um pouco delicado, pois o mercado de trabalho e suas necessidades variam de profissão para profissão, e claro, do que você almeja conquistar.

Não existe uma receita de bolo para achar uma vaga (Stellenangebot em alemão) de emprego aqui. Como li há pouco tempo em um site: “há muitas vagas de trabalho na Alemanha, difícil é você encontrar a sua”. É um pouco por aí. A estrutura e pré requisitos de uma vaga é um pouco diferente do Brasil, afinal, a cultura e a mentalidade são totalmente outras.

Há alguns passos a serem dados que contam muito nesta busca, além de sua qualificação e experiência, o que não significa sucesso rápido ou simplesmente o sucesso em si. É muito mais comum do que se imagina, brasileiros trabalhando em outras áreas de atuação aqui na Alemanha, totalmente diferentes das que atuavam no Brasil e muitas vezes com equivalência inferior, ou simplesmente, não conseguirem se recolocar no mercado de trabalho (principalmente as mulheres).

A seguir escrevi 5 pontos importantes para a busca de uma vaga de trabalho na Alemanha, baseados na minha experiência. Espero que ajude 😉

Neste post não será abordado questões de salários, profissões específicas e assuntos específicos de cada tipo de trabalho. Para estas informações recomendamos consultar o órgão alemão chamado Arbeitsagentur, que é uma agência de emprego administrada pelo governo.

1 – Ter a permissão para trabalhar

Se você é cidadão da UE (União Europeia) – tem passaporte europeu ou é casado (a) com um membro da UE, após registro na cidade (o Anmeldung, registro obrigatório feito quando você se muda para uma cidade na Alemanha), você tem a permissão de trabalhar aqui.

Para quem vem transferido, a própria empresa se encarrega da burocracia de visto de trabalho. Você também pode ter a sorte de achar uma vaga (principalmente na área de TI), que o futuro empregador arque com o seu visto de trabalho, por não haver um profissional com as suas qualificações por aqui.

Agora quem não se encaixa no que falei anteriormente e tem formação acadêmica, pode eventualmente requisitar um Blaue Karte para conseguir uma permissão de trabalho aqui, o que seria um visto de trabalho.

Sobre este tema, escreverei um post mais detalhado futuramente. Resumidamente para obtê-lo, você precisa do reconhecimento de sua formação acadêmica do Brasil com um curso que exista aqui na Alemanha ou ter frequentado aqui a Universidade, concluindo o curso e assim obtendo o diploma.

Comprovando a sua profissão/formação, você precisará também comprovar que, você durante o prazo de 6 meses, tempo concedido com um visto provisório para que você já busque uma vaga, terá recursos financeiros para se manter, comprovando através do saldo bancário em uma conta bancária (que você também terá que abrir aqui). Para abrir a conta, você já terá que ter achado uma moradia, e através do contrato de moradia, comprovar a sua residência no banco.

Além disso, como falei no post estudar alemão em Munique, você precisa ter um seguro saúde (obrigatório!).

Após o cumprimento destes pré requisitos, que parecem ser intermináveis, vem a parte mais árdua: a busca de uma vaga, e assim, um contrato de trabalho, que não pode ter qualquer remuneração. O valor mínimo é de 46.600 euros por ano, o que é um valor bastante considerável aqui.

O Blaue Karte tem validade de 4 anos após a emissão, e se o tempo do contrato de trabalho for inferior a este prazo, a validade do cartao acompanha a validade do contrato de trabalho.

2 – Falar alemão e inglês

Muitas empresas internacionais pedem apenas o inglês (principalmente na área de TI), mas falar alemão é um plus, não apenas na sua integração como também no seu bolso. A velha história: quer morar na Alemanha, aprenda alemão.

Se você falar mais línguas, mais pontos pra você. Por mais que você não precise, enche o seu currículo e abre portas.

Algumas empresas e algumas profissões (como algumas engenharias e áreas médicas em geral) pedem a comprovação do idioma (falado e escrito) através de certificados oficiais (como Goethe Institut), nível B2. Se você pertence a este grupo de profissionais, já comece a pensar sobre isso.

3 – Preparar um bom Bewerbung

Bewerbung significa candidatura, aplicação a uma vaga. Assim como no Brasil, aqui na Alemanha também tem o currículo (em alemão Lebenslauf), que deve ser acompanhado com uma boa foto (de preferência tirada por um profissional), onde você vai escrever, de forma cronológica, toda a sua trajetória acadêmica e profissional, mas resumidamente.

Os maiores detalhes sobre suas aptidões, experiências e projetos entra em um outro documento que faz parte deste tal Bewerbung: o Anschreiben, que é como se fosse uma carta de apresentação e intenções, que deve conter também os motivos do seu interesse por aquela vaga.

No currículo, vale a pena também colocar os seus principais hobbies. É uma forma de, na entrevista, descontrair a conversa. 😉

Tudo isso é muito novo quando você se candidata para uma vaga aqui, mas acredite, é a carta convite para uma empresa se interessar pelo seu perfil e convidar para uma entrevista.

Você pode escrever, dependendo da vaga e suas exigências, tudo em inglês, ou em ambas as línguas, mas revise bastante antes de enviar, desde a escrita até a formatação. Enviando por e-mail, anexe em arquivos tipo pdf, na seguinte ordem Anschreiben e o currículo, escrevendo no corpo do e-mail do que se trata a sua candidatura de forma formal e educada.

Veja aqui modelos para escrever o seu currículo e a sua carta de apresentação. Dá para ter uma boa ideia.

4 – Enviar todos os documentos que comprovam o que foi escrito no seu Bewerbung

Formação acadêmica, cursos diversos e comprovação de sua experiência profissional por escrito fazem parte deste pacote chamado Bewerbung. Nada relevante do seu currículo fica apenas na palavra e aqui na Alemanha, um papel (comprovante) vale muito.

O ideal é você traduzir todos os seus documentos relevantes para alemão, em um tradutor juramentado e recomendado pelo consulado brasileiro na Alemanha.

Há casos de, para algumas profissões, ser também solicitado o reconhecimento do curso aqui na Alemanha (Anerkennung). Futuramente também escreverei um post com o passo a passo deste tema 😉

Peça uma carta de recomendação no seu trabalho, autentique-a no cartório (aí no Brasil mesmo) e também a traduza para alemão. Este documento (chamado aqui Arbeitszeugnis) é muito importante, pois é uma prova da satisfação do seu antigo empregador. Nele é ideal ter o tempo de trabalho, referências não apenas voltados ao que você fazia na empresa, assim como suas qualidades pessoais (como confiança, lealdade a empresa, etc).

5 – Preparar-se bem para a entrevista

Tudo aquilo que você escreveu no seu Bewerbung tem que estar na ponta da língua para o dia da sua entrevista, portanto, não minta, não aumente, pois os alemães perguntam tudo e com uma riqueza de detalhes.

Durante a entrevista, fale também olhando nos olhos. Este é um costume bem forte na cultura alemã.

Leve com você o seu Bewerbung impresso.

Diversas empresas oferecem o serviço de Coach para preparar um bom Bewerbung e para treino para entrevistas. Se você tiver recursos, invista nisso. Eu fiz (graças ao curso de integração profissional que fiz, financiado pelo governo na VHS) e tudo que estou escrevendo aqui foi com base no que aprendi no treinamento que fiz.

Outras informações úteis

Com relação às áreas com necessidade de mão-de-obra na Alemanha, destacam-se: tecnologia da informação, matemática, engenharia, indústria farmacêutica e biotecnologia. Isso não significa também que eles contratam todos que chegam com esta formação. Aqui na Baviera, há falta de pessoas especializadas em enfermagem e pedagogia (para trabalhar principalmente com crianças pequenas, em Kindergarten, que seria a pré escola).

Infelizmente muitas vezes algumas modalidades de curso superior e curso técnico do Brasil não são reconhecidos aqui (no processo que falei de validação, o Anerkennung), por isso a necessidade de submeter sua formação neste processo. Isso acontece devido, principalmente, a carga horária e diferenças de disciplinas no currículo escolar. Uma possibilidade é frequentar novamente aqui a universidade/escola (processo chamado Nachholung) para completar o que falta e ter assim, o reconhecimento do diploma.

Para muitas profissões aqui na Alemanha é necessária uma qualificação mínima chamada Ausbildung, que equivale ao nosso curso técnico, para trabalhar. Muitas profissões que no Brasil não exigem qualquer curso de qualificação/técnico se enquadram no grupo do Ausbildung. E na candidatura, o tal papel é solicitado. Na Alemanha é assim, colecione experiências e certificados.

Mais uma dica interessante: um bom caminho é você, mesmo já sendo profissional com experiência, caso sua busca não esteje dando resultado, é se candidatar para um estágio (Praktikum em alemão) na empresa desejada. É uma forma de você mostrar o seu trabalho (como estrangeiro), fazer contatos e abrir a porta de uma vaga pra você. A remuneração é pouca, dependendo da vaga, muitas vezes você até não recebe nada, mas é um caminho de ingressar em uma vaga 😉

Confesso que repensei muitas vezes antes de escrever este post. Não sou nenhuma expert no assunto, acho um tema delicado e pessoal, mas espero que minha experiência ajude e clareie o processo inicial desta empreitada.

A seguir deixo também alguns links que podem ajudar no assunto. 😉

Você também mora e trabalha na Alemanha?! Compartilhe sua experiência conosco! 😉 

Procurando hospedagem em Munique? Reserve no Booking e colabore com o nosso blog, sem nenhum custo adicional pra você viajante e aproveitando as melhores ofertas de preços.

Reserve-Booking

Um beijo, Camilian

Conheça o melhor de Munique com quem mora e é encantada pela cidade.

Conheça os nossos tours privativos e em português, apresentando Munique no melhor ângulo pra você!

Confira o que os nossos viajantes contam sobre suas experiências em Munique & arredores conosco em depoimentos

Tour em Munique, Guia Brasileira em Munique Turismo em Munique

Podemos te ajudar? Dúvidas e orçamentos escreva diretamente pra gente!

contato@destinomunique.com.br

www.destinomunique.com.br


Saiba mais
Oktoberfest, desfile, abertura

Especial Oktoberfest: Desfile de abertura da festa 2017

Oktoberfest, Munique, Alemanha, Oficial, Dicas

Oktoberfest 2017: Dúvidas comuns sobre como se programar para a festa

Julho em Munique, Alemanha, previsão do tempo, guia brasileira em Munique

Munique mês a mês: julho

Autobahn, Alemanha, Auto estradas, dicas, guia brasileira em Munique

Dirigindo na Autobahn na Alemanha: dicas e cuidados

Festival de Verão em Munique, Alemanha, Sommerfestival Impark

Festival de verão 2017: Sommerfestival Impark

Verão em Munique, Alemanha, Dicas, Viagem, Férias

É verão em Munique! O que fazer e como se preparar para a estação


Comentários

Rosana

26/06/2017

Oi
Adorei suas dicas.
Meu marido conseguiu a cidadania UE, como português, ele e meus filhos, ele é tem curso superior de Comercio exterior, e trabalha como professor de inglês e espanhol, que também tem diploma, não fala alemão está estudando, estamos cogitando em ir morar ai com a família toda. Você sabe me informar se ele consegue dar aulas ai e se tem grande procura por professores de inglês. E se por ser cidadão UE seria mais fácil ou não.

Obrigada

    Destino Munique

    02/07/2017

    Olá Rosana,
    Obrigada pela visita, fico feliz que esteja curtindo as dicas 🙂
    Com certeza ser cidadão da UE torna este processo de mudança muito mais simples que sem a cidadania.
    Infelizmente não sei te dizer sobre o mercado para professores de línguas 🙁 Como aqui tem diversas escolas de línguas, creio que tenha chances sim. 🙂
    Boa sorte!

mariana

28/05/2017

Obrigada pelas informações,
Eu tenho uma dúvida, não sei se você saberia responder. Sou formada em medicina veterinária, estou terminando o mestrado e pretendo ir para a Alemanha próximo ano, para buscar uma oportunidade de trabalho. Tenho cidadania portuguesa,
Você saberia me dizer se é possível fazer estágio mesmo sendo já formada?
obrigada!

    Destino Munique

    29/05/2017

    Olá Mariana,
    É possível sim em diversas áreas fazer um estágio já formada, inclusive é uma ótima porta de entrada no mercado 🙂
    E você já possuindo cidadania europeia é um plus, pois não precisa de visto de residência e de trabalho.
    Dica: se você ainda não tem conhecimentos de alemão, já comece a pensar sobre isso, são mais pontos a seu favor chegar com noções da língua 🙂
    Boa sorte!

Wanessa

05/05/2017

Muito obrigada por compartilhar suas experiências!!! Tem sido muito válido pra mim…
Meu bisavô era alemão mas não consigo comprovar pra obter a cidadania… 🙁
Tenho graduação em Turismo..Falo inglês intermediário/avançado mas alemão só o básico..pensei inicialmente em ir pra trabalhar com faxina nos hotéis mesmo..(já q nisso a língua não seria um dificultador) ..Estou buscando mas até agora nenhum feedback positivo…Se eu não tivesse filho pequeno iria estudar la por um tempo e ir tentando a vaga…
esses “subempregos” (faxineira por ex eh pago por hora) nos dão direito a visto de trabalho tbm?

    Destino Munique

    06/05/2017

    Olá Wanessa,
    Fico feliz que esteja gostando dos posts! 🙂
    Sobre o visto ganhando por hora, acho muito difícil você conseguir desta forma, pois ele cedem o Blaue Karte mediante a um valor mínimo anual de salário e contrato de trabalho. 🙁

nicolas barros

25/04/2017

Olá,
Já tenho o visto e já cheguei em Munique. A parte mais difícil tá sendo a moradia. Mas essa já tá quase encaminhada. Queria saber se vocês têm algum guia básico pró registro de residência por achei um tanto confuso com o Anmeldung, Bürgeramt e todos esses termos. A empresa não tá oferecendo serviços de consultoria então tenho que me virar.

O que tô focado neste momento é saber que documentos preciso levar a prefeitura.

Abraço!

    Destino Munique

    25/04/2017

    Olá Nicolas,
    Seja bem vindo na cidade!
    O Anmeldung é o seu registro de moradoria em Munique, que você faz no KVR, onde você vai informar onde você mora, dados pessoais, levar seu visto, etc. Atualmente não sei dizer o que precisa, mas o ideal é você ir ao KVR e se informar, para não precisar ficar indo toda Hora por falta de um ou outro documento (foi assim que fizemos e funcionou rápido, fizemos tudo no mesmo dia). Este link da prefeitira pode te ajudar: https://www.muenchen.de/rathaus/Stadtverwaltung/Kreisverwaltungsreferat/Buergerbuero/Wohnen/An–und-Ummelden.html
    Boa sorte e sucesso!

Vanessa

23/04/2017

Olá! Muito bom o seu post, me tirou várias dúvidas. Vi seu outro post sobre reconhecimento de diploma tambem. Fiquei com as seguintes dúvidas. Sou engenheira civil e tenho passaporte alemao, gostaria de saber se nesse caso é preciso ter uma conta comprovando o suficiente para ficar 6 meses na Alemanha, se tem um limite para eles enviarem a resposta sobre o reconhecimento do diploma e se eu preciso estar morando na Alemanha para enviar os documentos para análise. Obrigada!!

    Destino Munique

    25/04/2017

    Olá Vanessa,
    Como cidadã alemã você pode apenas se mudar para o país e se registrar na cidade onde for morar, aplicando assim seu diploma ao processo de reconhecimento. Você pode fazer isso também do Brasil, pois é via correio. O tempo de resposta na época que fiz era até 1 ano. Boa sorte!

Fábio FKP

20/04/2017

Boa Tarde!
Sou Engenheiro Eletricista aqui no Brasil, embora já tenha trabalhado com programação de microcontroladores e computadores. Sou ítalo-brasileiro em pouco tempo terei passaporte/cidadania italiana, tenho sobrenome alemão também. Estou finalizando o mestrado, falta terminar a dissertação aqui no Brasil. Surgiu a promessa de trabalhar como pesquisador, em nível de Doutorado aí na Alemanha, automação/eletrônica/computação. Como é para um brasileiro com passaporte europeu/italiano trabalhar hoje na Alemanha? Eu, sinceramente, fiquei curioso e interessado, mas não sei. Será que trabalhar em pesquisa na Universidade abre portas no mercado na Alemanha?

    Destino Munique

    25/04/2017

    Olá Fábio,
    Certamente será uma ótima experiência e que te abrirá muitas portas profissionais, proporcionará contatos, além de aprender um novo idioma, se você tiver esta vontade. Aproveite 🙂
    Boa sorte e sucesso!

Gabriel Cardoso

03/04/2017

Olá, minha dúvida em relação a trabalho seria relacionado ao fato de, enquanto eu não ter minha formação reconhecida, com qual facilidade consigo empregos mais comuns, como em bares, restaurantes ou em mão de obra ‘pesada’? Isso seria afim de me manter até que consiga algo melhor.

    Destino Munique

    06/04/2017

    Olá Gabriel,
    Infelizmente não sei informar, mas creio que sim desde que tenha visto.

Vanessa

31/03/2017

Olá, é possível fazer estágio já estando formada? Eu estudo Relações Internacionais, porém meu curso tem só 3 anos de duração, acho que devido à carga horária não seria aceito aí, não é?

    Destino Munique

    31/03/2017

    Olá Vanessa,
    É possível sim, inclusive é uma ótima boa porta de entrada para uma empresa alemã.
    Com relação à carga horária, você precisa mandar os documentos da faculdade para uma avaliação.
    Dá uma lida neste outro artigo aqui no blog: /diploma-validar-alemanha/
    Espero que ajude! 😉

Anderson

24/03/2017

Olá, meu nome é Anderson sou graduando de bacharel em Agronomia, sou descendente de alemães, sei falar razoavelmente a língua alemã, como posso fazer para avaliar meu nível em língua alemã, terei que fazer algum curso? Desde já agradeço!

    Destino Munique

    06/04/2017

    Olá Anderson,
    Você pode fazer uma prova de nivelamento para um curso, por exemplo, no Goethe, e ver qual o nível que voce tem da língua. As provas de nivelamento geralmente são gratuitas 😉

Marcia

01/02/2017

Olá! Vou me graduar em enfermagem no Brasil e gostaria de trabalhar nessa área na Alemanha. Tenho o certificado de A2, segundo minha professora de alemão do ensino médio, eu já poderia trabalhar com esse nível. Como é o mercado de trabalho por lá? É muito difícil de conseguir um emprego com meu nível de alemão?

    Destino Munique

    03/02/2017

    Olá Marcia,
    Na área de saúde o nível de alemão exigido é a partir do B2, com comprovação através de instituições como Goethe Institut (por exemplo, há outras) e com bastante fluência, por ser uma área bem delicada no que se diz respeito à vida humana. Comprovando o seu idioma, esta área tem realmente muita carência de profissionais aqui por motivos diversos, é uma boa porta de entrada se voce possui cidadania europeia ou visto que permita trabalhar.
    Boa sorte 😉

Fernando

21/01/2017

Olá! Nasci no Brasil mas no fim do ano passado consegui a cidadania alemã através do meu avô. Gostaria muito de morar na Alemanha. Vou me formar agora em Administração pela Universidade Federal de Goiás. Tenho inglês fluente mas meu alemão é básico. Gostaria de saber se o governo alemão dá algum tipo de ajuda para quem é cidadão para poder se sustentar nos primeiros meses, até conseguir um emprego. Obrigado e parabéns pelo blog!

    Destino Munique

    29/01/2017

    Olá Fernando,
    Obrigada pelo feedback do nosso blog.
    Sobre este assunto o ideal é você se informar no Consulado Alemão mais próximo de sua cidade.
    Boa sorte

Filipi

18/01/2017

Olá, meu marido é alemão e dentro de dois anos quando eu me formar pretendemos mudar para Berlim. Faço tecnólogo em Marketing Digital, você acha que essa questão de tecnólogo/bacharel influencia muito na hora de conseguir empregos na Alemanha?
E você sabe se sendo casado com um alemão, assim que eu me mudar e tiver com todos os documentos em mão já posso procurar por empregos normalmente?
Obrigado pelas informações desde já.

    Destino Munique

    19/01/2017

    Olá Filipi,
    Sua área é bem boa! Para saber sobre o reconhecimento pleno do curso, leia por favor este artigo: /diploma-validar-alemanha/
    Sendo casado com um alemão, você tem todo o direito de morar e trabalhar aqui sem problemas 🙂 Se mudando para Berlim, vocês terão que se registrar na cidade e requerer o seu visto, comprovando com a certidão de casamento (traduzida para alemão, caso vocês tenham casado no Brasil) a união de vocês.
    Boa sorte e felicidades!

Millene

22/12/2016

Olá… Gostei muito do seu post…
Meu maridofoi convidado a ficar pir no minimo 6 meses em Friederishafen na filial da empresa dele. Eu e meus filhos iremos com ele. Eu tenho passaporte espanhol. Sera que com.o visto de trabalho dele eu conseguiria colocar meus filhos de 1 e 4 anos no kindergaten pra que possa me açrimorar num curso de ingles ou talvez ate trabalhar???

    Destino Munique

    01/01/2017

    Olá Millene,
    Obrigada pela visita, fico feliz que tenha gostado do post 🙂
    Como acompanhante de um cidadão da União Europeia, você e a sua família possuem todos os direitos de trabalho e estudar aqui na Alemanha e na Europa toda 🙂
    Boa sorte e aproveitem 🙂

Anderson

24/11/2016

Olá boa noite suas informações são riquissimas sou estudante de Serviço Social estou no último ano da graduação.
Ao conversar com um jovem nigeriano que conheci por acaso em um lava rápido fiquei encantado pelas informações que ele me passou sobre a Alemanha…
Gostaria de saber também sobre as vagas de padeiros pois também tenho experiência no ramo.
Contudo estou estudando Alemão acredito que até março já estarei pronto…
Você sabe me informar sobre a carga horária trabalhada destas duas áreas na Alemanha e se possível valores financeiros salarios , aluguel e destas documentações que você mencionou?

    Destino Munique

    24/11/2016

    Olá Anderson,
    Muito obrigada! 🙂
    Infelizmente não sei esta informação sobre jornada de trabalho e salário nestas áreas. No post tem um link para informações sobre o Blaue Karte, caso você não tenha passaporte da UE, o ideal é vocês se informar diretamente com eles, se eles concedem este visto para estas suas áreas.
    Boa sorte!

Ana Carolina

21/11/2016

Obrigada pelo post, seu site é ótimo! Estou de mudança pra Alemanha ano que vem, obrigada por esclarecer algumas dúvidas!

    Destino Munique

    22/11/2016

    Olá Ana Carolina,
    Seja bem vinda à Alemanha 🙂

Antonia

17/11/2016

Boa tarde,

E pra quem só tem a formação do ensino médio (2º grau técnico em contabilidade) consegue emprego pelo menos em outras áreas como babá, faxineira e etc.

    Destino Munique

    18/11/2016

    Olá Antonia,
    Infelizmente não sei informar, mas creio que sim desde que tenha visto.

Alexander

11/11/2016

Ola tudo bem.

Só gostaria de fazer uma unica pergunta existe emprego na área de construção civil, sou Brasileiro.

    Destino Munique

    14/11/2016

    Olá Alexander,
    Há oportunidades em diversas áreas da engenharia, mas varia de com a região e o que você traz consigo, principalmente no que se diz respeito ao idioma local.

Jean

27/09/2016

Gostei do seu site, suas dicas são muito uteis.
Meu sonho é trabalhar e morar na Alemanha.
Trabalho com IT em uma grande multinacional europeia aqui no Brasil 🙂
Meu problema atual é o idioma que estou estudando no momento, após isso vou começar a procura de emprego por ai e com certeza vou seguir as dicas.

    Destino Munique

    28/09/2016

    Olá Jean!
    Bacana que voce está estudando, ajuda bastante! Fico muito feliz que tenha gostado dos nossos posts e desejo muito sucesso com a aprendizagem do novo idioma e boa sorte com os planos futuros 🙂

Marcia

02/09/2016

Olá, bom dia! Muito bom o post!
Meu esposo é engenheiro, com experiência na indústria automotiva, brasileiro com cidadania italiana.
Ele está procurando emprego na Alemanha, mas não tem tido um retorno positivo.
Você acredita que o fato de residirmos no Brasil possa dificultar a conquista de uma vaga? Se nos mudássemos para a Alemanha, ele conseguiria um emprego com mais facilidade?
Também gostaria de uma indicação de consultoria de outplacement que pudéssemos contratar para auxiliá-lo nessa busca por uma oportunidade. Você conhece alguma?
Muito obrigada!!

    Destino Munique

    05/09/2016

    Olá Marcia,
    Obrigada pela visita e fico muito feliz por ter gostado do post 🙂
    De fato já estar aqui ajuda mais, porém não é impossível conseguir uma vaga morando no Brasil, fazendo o processo via Skype, etc. Um coach seria bem bacana mesmo, até para ver se a documentação da cadidatura está nos padrões exigidos. Vocês tem uma cidade em mente ou estão procurando na Alemanha toda?
    Infelizmente não tenho indicações deste serviço de outplacement para recomendar a vocês.
    Boa sorte !!!! 🙂

      Marcia

      08/09/2016

      Olá, Camilian!
      Boa parte das vagas na indústria automotiva me parecem estar concentradas na Baviera, mas estamos abertos a outras regiões na Alemanha, também.
      Você mencionou no post um serviço de coach… Você pode informar o nome desta empresa? Acredito que um coach poderia nos auxiliar nesse momento.
      Mais uma vez, muito obrigada!!

Jean Barros

29/08/2016

Olá, Camilian.

Você disse: “Confesso que repensei muitas vezes antes de escrever este post” – Ainda bem que sua conclusão foi de escrevê-lo. Achei de uma riqueza de detalhes impressionante e extremamente útil.

Cresci numa cidade no interior do Estado de Espírito Santo, onde vivem muitos descendentes de alemães. Por influência desta proximidade e amizades de infância, sempre quis aprender o idioma e conhecer o País. Hoje em dia cogito a hipótese de morar aí com minha família e garantir uma boa educação para os meus filhos, ainda pequenos.

Lendo seu post me senti ainda mais motivo, pois sou profissional da área de TI e pelo que percebi, pode ser um ponto a meu favor.

Obrigado por compartilhar sua experiência. Certamente passarei a seguir suas postagens.

Herzliche Grüße!

    Destino Munique

    30/08/2016

    Olá Jean,
    Muito obrigada pela visita e fico realmente feliz que tenha gostado do post e que ele possa ter te ajudado 🙂
    Com certeza é um ponto a favor a sua área de atuação, o mercado de trabalho neste ramo é muito bom e falando a língua, as chances são melhores ainda. Desejo boa sorte pra vocês, que os planos em breve logo se realizem 🙂

Ricardo

09/08/2016

Olá, Bom dia!
Adorei o que você escreveu, você falou das principais “dificuldades” e que não existem impossibilidades, basta focar e ir em busca de suas melhoras. Eu sou formado em Psicologia, e pretendo dar continuidade em um mestrado no exterior, a Alemanha seria um lugar ideal. Então pensei em uma maneira de me manter, já que o curso é longo. Esses cursos técnicos que você falou, existe alguma lista ou site que informe quais os cursos, tempo de duração e exigências?

Patricia

20/06/2016

Sou formada em Relações Públicas pela PUC-Campinas. Sabe me indicar algum conteúdo que fale sobre validação do meu diploma? Outra dúvida é se com esta formação eu consigo trabalhar em Kindergarten.

    Destino Munique

    21/06/2016

    Olá Patrícia,
    O órgão responsável aqui se chama Anabin, e através deste link http://anabin.kmk.org/no_cache/filter/hochschulabschluesse.html (em alemão), você poderá filtrar os cursos reconhecidos aqui. Basta selecionar “Brasilien” no país e os nomes dos cursos e níveis estão em português. Eles costumam também responder e-mails com dúvidas.
    Sobre a atuação em kindergarten não sei responder. Sei que existe um curso para formação deste profissional aqui.
    Espero que ajude! 🙂

Janice Kraisch

18/01/2016

Olá! Estou pesquisando formas de ir para a Alemanha através de intercâmbio (Ou não), ainda estou na fase de pesquisas. Adorei dua publicação! Sou Pedagoga, professora de Centro de Educação Infantil aqui no Brasil (Kindergarten em alemão) e fiquei interessada na possibilidade de trabalhar em minha área na Alemanha, especialmente na Baviera, que você mencionou que estão precisando deste tipo de profissional. Será que minha formação aqui do Brasil teria valor na Alemanha? Obrigada pela atenção.

    Destino Munique

    18/01/2016

    Olá Janice,
    O ideal seria você buscar orientação sobre a sua formação x validação no consulado alemão mais perto de onde você reside. Eles irão te encaminhar para uma central de informações, que pode ser até mesmo online, referente a sua área. 🙂
    Boa sorte! 🙂