Bruxelas: Dicas do que fazer e visitar

Última atualização em 4 de setembro de 2017 by Destino Munique

Bruxelas é o nosso destino de hoje

Vistamos Bruxelas durante um feriadão aqui na Europa (semana santa), onde ficamos 4 dias, sendo que 1 dia fizemos um bate e volta para Bruges. A cidade é relativamente pequena, com cerca de 1,8 milhões de habitantes, cercada por construções clássicas e bem conservadas, em contraste com muitas modernas também.

Desde o fim da segunda guerra mundial Bruxelas se tornou um centro político bem importante na política internacional, com a sede da UE (União Europeia) e da OTAN (Organização do tratado do Atlântico Norte).

A infra estrutura de transportes é muito boa, fácil de se locomover com transporte público, além de seguro. Tudo é bem sinalizado: você encontra as informações nos idiomas locais – francês e o neerlandês, que é bem parecido com alemão, e em inglês. O deslocamento aeroporto-centro da cidade pode ser feito de trem (custando 8,50 euros, com trens de 15 em 15 minutos) ou de ônibus (custando 4,50 euros, linhas 12 e 21, a cada 30 minutos). Os pontos de paradas de ônibus fazem conexão com as linhas de trem/metrô. Chegando no aeroporto, na central de informações você consegue já um mapa da cidade e um mapa dos transportes.

Bruxelas-Belgica-Praca

Dependendo do local de hospedagem na cidade, pode-se fazer muitos passeios à pé. Nas máquinas de auto atendimento nas estações de trem/metrô você adquiri o bilhete para transporte. Há diversos tipos de bilhetes. O bilhete com ilimitadas viagens chama-se Discover Brussels, custando para a duração de 24 horas o valor de 7 euros. A contagem da duração começa quando o ticket é validado na primeira utilização (antes das catracas de acesso às plataformas). Há também o ticket para 48 horas (13 euros) e 72 horas (17 euros). Como modalidades de transportes, você encontrará trem, metrô, bonde e ônibus, todos inclusos no Discover Brussels.

Se hospedar na região central da cidade é sem dúvida a melhor opção. Nós ficamos nas proximidades da estação De Brouckere, de onde podíamos fazer tudo à pé e ao mesmo tempo mesmo sendo no centro, era bem silenciosa.

Hoje vou falar dos principais pontos turísticos que valem a pena serem visitados.

Leia também aqui no blog sobre o nosso tour etílico  em Bruxelas. Muitas dicas legais de cervejarias e bares 😉

Bruxelas-Belgica-Cerveja

O clima na cidade é bem instável e úmido. Pelo menos há ocorrência de chuva quase 200 dias no ano. É bom sempre ter um guarda chuva ou uma capinha por segurança. Eu peguei sol e chuva por lá. Chuva tipo garoa, nada que impedisse de passear.

Mapa da cidade e da rede de transportes na mão, você já está apto a conhecer Bruxelas e provar os seus chocolates, waffles, batatas fritas e as muitas variações de cervejas. 😉

Place de l’Agora (Marché De l’Agora), Galeries Royales, Belgium Fries & Häagen Dazs

A praça Place de l’Agora é bem movimentada, por ser próxima a umas das principais estações de trem/metrô da cidade (Gare Centrale), além de ter hotéis, lojas e restaurantes ao seu redor.

Atravessando a praça você estará de frente a uma tradicional galeria da cidade, a Galeries Royales, construída em 1847, com um estilo arquitetônico belíssimo e lojas bem atraentes. Por lá você já começará a ter contato com uma das perdições desta cidade: as lojas de chocolate! São muitas, espalhadas por todas as ruas, esquinas… e cada uma mais atraente que a outra. É um bom lugar para tomar um café!

Bruxelas-Belgica-Galeria-RoyaleNa praça ainda destaco duas delícias que merecem a sua atenção: a Belgian Fries e a Häagen Dazs. Muitos dizem que a batata frita belga é a melhor, realmente é muito gostosa e diferente! Para acompanhá-las ainda tem diversos molhos diferentes. A Häagen Daz tem no mundo todo, mas o waffel no paladar belga e no capricho… só por lá! Parece estar sempre lotado, mas tem um segundo andar, onde é mais tranquilo de sentar.

Bruxelas-Belgica-Waffel

Catedral de São Michel e Santa Gudula

Igreja católica do século IX, religião predominante na cidade, com estilo gótico. Sua fachada é exuberante! É possível visitar o seu interior. No dia que fui estava acontecendo a missa em celebração da sexta-feira santa, então não pude percorrê-la e visitar a sua cripta (que é permitida a visitação). Ela fica bem próxima a Place de l’Agora, em uma praça chamada Sainte-Gudule.

Bruxelas-Belgica-S.Michel

Grand Place, Prefeitura e Maison du Roi

A praça mais bonita e com construções esplêndidas no coração da cidade. Reza a lenda que o escritor Victor Hugo, autor de Les Miserables, teria afirmado ser essa a praça mais bonita do mundo. Algumas construções estão em obra na praça no momento, mas não atrapalhou em nada a visita e boas fotos. O dourado é um toque presente em quase todos os prédios que a cerca. Nela está a prefeitura (Hotel de Ville) e o museu de Bruxelas, chamado Maison du Roi (casa do rei).

Bruxekas-Belgica-Grand-Palace3

É um bom lugar para almoçar nas mesas do lado de fora do restaurante na praça, apreciando-a ou tomar um café. Uma dica que não podia de deixar de dar, é o melhor chocolate quente que tomei por lá, na Neuhaus, uma loja de chocolates que tem esta bebida dos Deuses! Não deixe de provar. Outra dica: você vai estar sempre passando pela Grand Place, mas não deixe de passar por ela de noite, é um sonho a iluminação.

Bruxelas-Belgica-Grand-Palace2

Ruas de Bruxelas

Conforme falei, você certamente passeará muito a pé pela cidade, a melhor forma de explorar e conhecer cada cantinho. Não deixe de andar pela rua L´Etuve, onde está um dos símbolos da cidade, o MannekenPis (que não tem nada de mais, mas tem que ver) e pela rua de Bouchers, onde tem diversas opções de restaurantes e muitas ofertas de um dos pratos típicos da cidade, o mexilhões com fritas (Moulles et Frites). A partir destas duas ruas vocês descobrirão diversas outras ruelas com construções clássica, outros restaurantes e lojas na cidade.

Logo ao lado do Manneken-Pis, atrás uma fachada descascada, se esconde um bar muito tradicional em Bruxelas, o Poechenellekelder.

Bruxelas-Belgica-Mannekin-Pis

Jardin Mont des Arts

Em uma parte mais alta no centro da cidade, próximo a estação central (Gare Centrale) e ao Grand Palace, fica este belíssimo jardim de onde se tem uma linda vista do centro da cidade e outras construções, como a basílica de Koekelberg. Você cruzará este jardim ao se dirigir para a área dos museus da cidade.

Bruxelas-Belgica-Jardin-Mont

Área dos Museus: Mont des Arts

Atravessando o jardim e seguindo até o final da rua, você chegará a região dos museus da cidade, chamada também de Kunstberg (montanha da arte). Nós não visitamos os museus do Mont des Arts.

Bruxelas-Belgica-Estatuas

Place Royale, Palácio Real de Bruxelas e Parque Real

Passando a Mont des Art, você chegará na praça Royale onde bem no centro fica a estátua de Godefroid de Bouillon (1087-1100), um membro da nobreza e um dos líderes da primeira Cruzada Medieval. Seguindo a rua Royale, você avistará o Museu Real de Belas Artes e a seguir o Palácio Real de Bruxelas, onde hoje funcionam órgãos governamentais da cidade. Bem em frente ao palácio, fica o enorme parque real, ótimo para uma caminhada em dias de tempo bom.

 

Bruxelas-Belgica-Palacio

Todos estes pontos turísticos visitamos a pé a partir da estação central da cidade, em dias diferentes, pois iniciamos o passeio em uma tarde e terminamos no final da manhã seguinte, mas são ideais para um dia todo de passeio, claro que com paradas 🙂

Os pontos seguintes, fizemos de metrô/trem, que são um pouquinho mais afastado do centro.

Parque Cinquentenaire

Belíssimo parque onde as pessoas tomam banho de sol nos dias quente, praticam esporte e se divertem no tempo livre.

Bruxelas-Belgica-Parque

Nele fica um portal bem parecido com o portal de Brandemburgo de Berlim, o Arcades du Cinquentenaire, que foi construído em 1880, em comemoração a independência da Bélgica.

Bruxelas-Belgica-Cinquenarie

Nesta mesma área fica o Museu Real da Guerra e o Auto World, o Museu do Carro. Este Museu Real da Guerra gostaria muito de ter visitado, porém chegamos faltando muito pouco tempo para fechar e no nosso último dia na cidade.

Bruxelas-Belgica-MonumentosÉ nesta área da cidade, na Rua de la Loi, que ficam os prédios da UE e construções mais novas. Para chegar lá, basta pega o metrô linhas 1 ou 5, descendo na estação Schuman ou Merode.

Atomium

Construído em 1958 para uma exposição em toda Europa, a “torre Eiffel” de Bruxelas tem 103 m de altura em estrutura de ferro, com esferas com diâmetro de 18m (é gigante!). É possível visitar a exposição no seu interior (custa 11 euros e os tickets são adquiridos no local). Eu optei por não visitar, havia uma fila gigantesca no dia e pela vista panorâmica da cidade, optei em visitar a próxima atração que vou descrever a seguir.

Bruxelas-Belgica-Atomium

Para chegar lá, basta pegar a linha de metrô 6 e descer na estação Heysel. Nas suas proximidades também ficam o Bruparck e a Mini Europa, um programa legal para crianças.

Basílica do Sagrado Coração (Basilique de Koekelberg)

Das torres da basílica se tem a melhor vista da cidade! E é uma atração bem menos concorrida para esta finalidade que o Atomium. É a principal igreja da Bélgica e a quinta maior do mundo.

Bruxelas-Belgica-Basilica

O seu interior é belíssimo, com muito revestimento em mármore, um pé direito elevadíssimo, tendo um museu e um teatro. Ela fica aberta diariamente, das 9h às 17h. Para visitar a sua torre, você precisará pagar 5 euros, em uma máquina automática ao lado do elevador de acesso.

Bruxelas-Belgica-Basilica2

A basílica fica próxima a estação Simonis, linhas 2 e 6. Descendo nesta estação, você caminhará cerca de 10 minutos, avistando de longe a enorme basílica.

Belgica-Bruxelas-Basilica3Estes são os pontos turísticos principais que visitamos na cidade. Entre um e outro, fizemos paradas para lanches (muito waffles!), comprinhas (desta vez de chocolates) e em cervejarias bem bacanas.

Beuxelas-Belgica-Chocolates

Procurando hospedagem em Bruxelas? Reserve aqui no Booking e colabore com o nosso blog, sem nenhum custo adicional pra você viajante e aproveitando as melhores ofertas de preços.

Reserve-Booking

Planeje a sua viagem conosco!

O blog Destino Munique faz parte de programas de afiliados e usando os links a seguir, você coopera conosco SEM nenhum custo adicional na sua viagem, conseguindo ótimos preços e até mesmo descontos.

Hospedagem em Munique: reserve no Booking.com e aproveite as melhores ofertas de preços!

Seguro Viagem: garanta 5% de desconto na Seguros Promo usando o código DESTINOMUNIQUE5. Lembre-se: seguro viagem é OBRIGATÓRIO na Europa!

Aluguel de carro: alugue o seu carro na Rentcars garantindo as melhores formas de pagamento do mercado!

Chip de internet: fique sempre online com a Viaje Conectado, com uma cobertura excelente em toda Europa.

Tickets antecipados para atrações: Através da GetYourGuide você garante visitar as principais atrações no dia desejado na sua viagem, sem perder tempo com filas, além de passeios exclusivos.

Um beijo, Camilian


Saiba mais
Innsbruck, Austria, Dicas, Bate e volta de Munique

Innsbruck: bate-volta a partir de Munique

Ilha Mainau, a ilha das flores na Alemanha

Ilha Mainau, a ilha das flores no Lago Constança

Malta com crianças, dicas, verão europeu

Malta no verão com crianças: dicas para um super roteiro!

Encontro Europeu de Brasileiros Blogueiros em Madrid, VEEBB

VEEBB: como foi o encontro da blogosfera brasileira na Europa em 2018

Augsburgo, dicas, Rota Romântica, Augsburg, Guia brasileira na Alemanha

Rota Romântica: Augsburgo, umas das cidades mais antigas da Alemanha

Dicas de Barcelona com crianças e bebês

Barcelona com bebês e crianças pequenas: dicas


Comentários

MICHELE TAVARES DE SOUZA

23/11/2018

Olá, boa tarde!!!
E vcs foram de Munique para Bruxelas como? De trem?
Obrigada

    Destino Munique

    17/12/2018

    Olá Michele,
    Fomos de avião 😉

Luana Fongaro

24/02/2017

Bom dia!
Parabéns por esse post, achei muitoooo bom!
Mas preciso da sua ajuda!!
Farei uma conexão em Bruxelas de umas 7 horas no final de Julho desse ano. Deixarei as malas na estação central.
É possível conhecer esses pontos turísticos nesse período?
Me interessei por esses:
– Arcades du Cinquentenaire
– Place Royale
– Jardin Mont des Arts
– Grand Place
– Atomium

Qual o meio de transporte posso usar para poder conhecer todos? Menos taxi e uber pq acho caríssimo.
Se tem como ir de apé entre algum desses para economizar…

Aguardo sua resposta!
Obrigada!

    Destino Munique

    01/03/2017

    Olá Luana,
    Obrigada pela visita e pelo feedback 🙂
    Particularmente acho pouquíssimo tempo, minha dica seria se concentrar no centro histórico, pois voêe precisa considerar que há tempo de deslocamento aeroporto-centro, e vice-versa, além do tempo de espera do transporte público.